quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

ESTUDO - DÍZIMO, OFERTA E PRIMÍCIA

Dízimo, Oferta e Primícia – Princípios Bíblicos -

No meio da Igreja, existem históricos diferentes, alguns são, inclusive, muito questionadores. Chegamos a pensar onde está o argumento. Mas o que precisamos mesmo é entender que devemos viver pelos princípios de Deus, cumprindo-os em nossa vida.

A Bíblia diz, e ela é clara, porque é um livro de princípios, que quem quer viver a excelência deve obedecer à Palavra. Não adianta viver indignado com os ímpios, porque, aparentemente, muitos deles, vivem melhor do que os filhos de Deus.

O Salmo 32 diz que não devemos nos indignar se eles prosperam mais que os justos. De manhã são uma coisa, e à noite, outra. Isso representa que excelência para ímpio tem dias curtos. Para os justos, quando a excelência e a prosperidade vêm, todos sabem que foi o Senhor quem mudou a sua história.

Três princípios bíblicos precisam ser vividos e aplicados em nossa vida, porque Deus quer nos ensinar a viver por eles para reivindicar de Deus uma resposta favorável. Os princípios de Deus não podem ser revogados. Estes princípios são dízimos, ofertas e primícias.

Dízimo

Dízimo libera fé e fidelidade. Deus diz que aqueles que não entregam dízimos, ofertas e primícias, cometem delito espiritual. Qualquer indivíduo que trabalhe na área jurídica diz que delito é infração e agravamento.

Segundo a Bíblia, delito é pecado. Para a justiça, delito é crime. Toda pessoa que comete um crime recebe o nome de criminoso e também um destino: a cadeia, a prisão.

Quem comete delitos entra em cadeias. Se você tem uma empresa e não paga, por exemplo, imposto, você comete um delito e pode ir preso por causa disso. Alguns são presos até com algemas.

Um homem quando se separa e não paga a pensão dos filhos, pode ir preso porque papai foi denunciado por mamãe. Esse crime é chamado inafiançável. A Bíblia diz que pecado é delito.

Se alguém comete delito comete crime e se é criminoso, deve ir para a cadeira. Ora, se isso é verdade no físico, no mundo espiritual, também. Quem não entrega dízimos, segundo a Bíblia, comete pecado, logo está condenado à cadeia, porque é ladrão.

Apesar de muitos só lerem Malaquias 3:10, no versículo 6, a Bíblia mostra que todo ladrão tem o destino de ficar preso e de ter um gafanhoto na sua lavoura. Só há uma solução para expulsar o gafanhoto, que é através dos dízimos e das ofertas. Caso contrário, você está cometendo um agravante contra Deus e contra você mesmo, pois será você quem colherá os danos, os prejuízos.

Quando você entrega o dízimo, você entrega a Deus a sua fidelidade e a sua fé. Ninguém entrega dízimos se não tiver fé nem for fiel. Quem não tem fé e não é fiel também não é dizimista. Porque na hora que recebe o salário, não quer entregar o dízimo ao valor correspondente, porque não crê na fidelidade de Deus. Até diz que crê, mas não crê, porque não prova em fé e fidelidade.

Muitos que ganham bem, na hora de entregar o dízimo, murmuram, esperneiam, xingam o Pastor, a mãe do Pastor, os discipuladores; praguejam mesmo, porque não têm revelação e não querem se submeter aos princípios bíblicos.

Meu Deus, quantas pessoas estão na Igreja há longos anos e não conseguem ser dizimistas! Dízimo é questão de fé, de que você cumprirá um princípio e a fé e a fidelidade irão supri-lo e, como resultado disso, virá uma carga de bênçãos sobre a sua vida.

Todos aqueles que se tornam dizimistas fiéis, tornam-se pessoas, discípulos, líderes de fé. Está escrito que Abraão se tornou o patriarca da fé depois que dizimou. Então, a fé não é apelido, é princípio. Quando alguém é chamado de líder de fé, significa que é um líder, um homem de mudanças. Quando você tem fé, representa que todas as suas realidades mudam, toda a sua geografia muda.

Quem não dizima é chamado de ladrão. Você ser chamado de ladrão por alguém tem um peso. Mas você ser chamado de ladrão por Deus tem um peso muito grande. Porque quando Deus considera alguém ladrão, Ele tem uma maneira de punir essa pessoa e esse líder. Por isso, Davi disse que era melhor cair nas mãos de Deus do que nas mãos dos homens. Mas a Bíblia também diz que horrenda coisa é cair nas mãos do Deus Vivo (Hebreus 10:31).

O dízimo sinaliza quem eu sou na minha essência. Não pense você que quando você entrega o dízimo, você está apenas cumprindo princípio. Você está fazendo mais do que isso, você está denunciando quem você é na sua essência.

Infelizmente, muitos filhos de Deus ainda não entenderam a revelação deste princípio bíblico. Uma coisa é certa: todos os que cumprem princípios bíblicos têm colhido prosperidade em todas as áreas, porque Deus não mente em Suas promessas.

Como filho de Deus, seja cumpridor deste princípio e tenha toda a sua vida pautada pela Palavra, você só tem a ganhar com isso, pois todo nível de gafanhoto é removido da sua lavoura e você não é encontrado como ladrão, como alguém que deve ser preso em cadeias por cometer delitos, crimes.

Seja fiel e tenha fé. Não tema, pois o Deus que você serve quer abrir as janelas dos céus e derramar sobre você bênçãos sem medidas hoje e sempre. Esse é o legado para os que caminham em fé e são fiéis ao Senhor Todo Poderoso.

Estamos estudando sobre dízimo, oferta e primícia, que são princípios bíblicos que devem ser cumpridos por todos os filhos de Deus. Na última parte deste estudo, aprenderemos sobre Oferta e Primícia.

Oferta

A oferta libera a sua prosperidade, o tsaleá de Deus, porque é uma oferta com destino e nome. A oferta tem destino, a oferta tem nome. A Bíblia se refere à oferta alçada, uma oferta de propósito.

Cada oferta de propósito cumpre a visão de uma semente. Se é uma oferta de semente, dará seu fruto na estação própria. Pois quando Deus nos pede uma semente, Ele já tem uma colheita no coração para derramar sobre nós. Então, quando Deus lhe pedir uma semente, não hesite em entregar, porque Ele explodirá em uma colheita sobrenatural.

Toda semente colocada diante de Deus cumpre o seu propósito. Quando você olha a oferta, ela tem nome, destino. Por isso, você nunca pode entregar uma oferta sem nome. É como uma carta que não cumpre o seu destino se não estiver endereçada. Se a carta não for selada, não chegará ao seu destino, apesar de toda a modernidade dos dias atuais. Mesmo as cartas eletrônicas só são enviadas ao destinatário se estiverem com o endereço correto, completo.

Lembro-me de uma pessoa que reclamou comigo sobre vários e-mails que mandou para mim e que eu não respondera. Na verdade, eu nunca os recebi, porque ele enviava para um endereço errado. E como tudo deve ter um destino, assim deve ser com a oferta. A oferta precisa ter um destino para a prosperidade, que é tsaleá.

Se você plantar manga, não colherá caju. Há pessoas esperando uma colheita daquilo que nunca plantaram; é claro que não colherão nunca. Você sabe que se você plantar uma oferta para uma casa, por exemplo, pode ter certeza de que terá uma casa. De igual modo, quem plantou uma oferta por um carro, também terá. Mas você precisa dar destino, nome a sua semente.

Quando você entregar uma semente, dê data a ela. Não apenas nome, mas data também. Isso não significa que você vai determinar o que quer e Deus vai obedecer, não é isso, mas explicar a Deus o que você quer e quando quer.

A Bíblia diz que a semente plantada dará o seu fruto na estação própria. Assim é a oferta plantada diante de Deus. A semente que você plantou não levará 15, 20 anos para colher, não. Será como a chuva temporã e a serôdia. Fora de tempo, você colherá de forma abundante. É chegada a hora de colher.

Quando eu era criança, meu pai estava em uma área de nossa casa que tinha uns mamoeiros. Ele olhou para os meus irmãos mais velhos e disse que cortassem um mamoeiro específico. Fiquei indignado e questionei com meu pai o porquê de cortar aquele mamoeiro. Mas ele respondeu que o mamoeiro era macho e que não dava fruto. Entendi que não adiantava apenas dar flor, ainda mais sendo macho. A partir daquele dia, todo mamoeiro macho que nascia, arrancávamos.

Hoje, aplicando aos nossos dias, posso afirmar que podemos ter em nós algo que minta o fruto, como o mamoeiro macho. Até parece produzir, dá flor, mas não frutifica de verdade. Então, às vezes, você está plantando e não entende por que não está colhendo como deveria. É porque as sementes precisam ser selecionadas. Faça a seleção da semente e, então, terá uma colheita de êxito.

Se você não selecionar a semente que Deus lhe deu, você não conseguirá entrar no campo da prosperidade. Quem seleciona a semente muda de vida radicalmente em todas as áreas. A Bíblia diz que a semente só prospera se Deus abençoar (Gênesis 26:12,13).

Semente plantada, lançada no solo, só é abençoada por Deus. Vemos isso claramente na vida de Isaque. É Deus quem dá a bênção sobre a semente para que a explosão do sobrenatural venha. Deus o abençoará se você for fiel em cumprir os princípios de Deus.

Primícia

Primícia é honra ao líder. Temos ensinado neste ministério que a unção que honramos, nela prosperamos. Somos servos da unção. Então, precisamos aprender de que unção somos servos e a qual unção temos nos submetido.


Como eu posso ser servo da unção a qual eu me submeto, mas correr por outras beiradas e congregar em outras reuniões, deixando que outros falem e deem destino a minha vida? Então, em alguma linha estou sendo hipócrita e mentiroso com um dos líderes.

Quando somos servos da unção a qual nos submetemos e a unção a qual somos servos e honramos, prosperarmos, então, se não honramos a unção que dizemos que estamos, logo não temos direito a prosperar.

É muito fácil honrar o líder com palavras, com presentes, com ações de carinho, homenageando-o no aniversário, mas todas essas coisas são comuns. Qualquer um pode fazer, independente de ser ou não discípulo. Mas pela Bíblia, só há uma maneira bíblica de honrar o líder, além de obedecê-lo e ser fiel a ele, materializando a honra através da primícia.

Primícia é essência. A quem você está entregando a sua essência? Ao líder que você entrega a sua essência, é dele que você bebe e terá resultado. Tudo o que estiver sobre a vida dessa pessoa cairá sobre você.

A Bíblia é clara em sua Palavra, porque na doutrina do Senhor, não há confusão alguma. Provérbios 23:26 diz: “Filho meu, dá-me o teu coração.” O coração é a primícia que devemos entregar a Deus como órgão. Se Deus tiver o nosso coração, ele tem tudo o que temos e o que somos.

Podemos dar qualquer coisa a Deus, mas se Ele não tiver o nosso coração, então não terá nada de nós. Tudo começa pelo coração. O coração é a primícia. Quando você entrega uma primícia ao líder, você está entregando o coração ao líder.

Entregar primícia é uma prova do coração que você ama o seu líder, aquele que Deus tem usado para investir em você, em restaurá-lo, em reintegrá-lo em muitas áreas que você havia perdido etc.

Se todos os órgãos forem perfeitos, mas o coração parar, tudo o mais para. Cérebro não funciona sem coração. Então, se a primícia parar, para tudo. Todo o mover que está no seu destino para. Todo o mover que está na sua rota para. Todo o mover que está na sua frequência para. Tudo que faz parte de um organismo que está preparado para você para. Assim é quando para a primícia, param todas as outras coisas.

O dízimo é uma prova para o coração de Deus. A primícia é uma prova para o coração do líder. Você precisa se enfrentar para primiciar. Você precisa entender o princípio sagrado da Palavra de quem você é servo e de quem é líder sobre você.

Quando você entrega uma primícia, você está ratificando o legado da pessoa que é autoridade sobre a sua vida. Porque a primícia também tem um destino. Ela engloba toda a totalidade, envolvendo tudo e todos.

Quando você primicia, todos que estão debaixo de você são abençoados: filhos, netos, discípulos, empresa... Tudo. Ezequiel 44:30 diz que quando a primícia chega às mãos do sacerdote, faz com que ele libere bênção sobre a sua vida e a sua família. Então, quando você primicia, você faz um favor para você e para os que estão abaixo de você. Todos que entregam as primícias recebem o legado da santidade (Romanos 11:16). Primícia é mais que apenas honrar. Primícia é para santos.

Seja dizimista fiel, ofertante e primiciador. E que Deus o abençoe com fé, fidelidade, prosperidade e muitas bênçãos que virão para mudar, radicalmente, a sua história de vida. Que você receba a visitação do Todo Poderoso para que todos vejam que a ação que há sobre você é divina. Todos saberão que há diferença entre o que serve a Deus e o que não serve.

10 comentários:

Prwilliam disse...

Muito bom o estudo ...Parabéns pelo trabalho e pela colaboração do entendimento dessa aerea.
Beijos

Anônimo disse...

Bênção pura! Glórias ao nosso Senhor e Salvador! Estava buscando uma palavra, algo que falasse sobre oferta com propósito e Deus me trouxe este estudo que aqui esta postado. Falou tudo como pedi a Deus, da forma clara que pedi enquanto buscava. Que Deus em sua infinita majestade continue abençoando o Trabalho de vcs! Shallom irmãos...

Anônimo disse...

otimo tema

Brena disse...

parabensssssssss
que DEUS CONTINUE LHE USADO E DERRAMANDO SOBRE VC TODA A SORTE DE BENÇÃOS ESPIRITUAIS E MATERIAS QUE HÁ NESSA TERRA
A PAZ DO SENHOR SEJA SEMPRE CONVOSCO

Anônimo disse...

Bom o estudo, concordo e pratico esses princípios em minha vida. Porém, tenho uma dúvida: como calcular a primícia? Divido o meu salário pelos dias do mês? Se alguém puder me ajudar, ficarei muito grato!

Adriana disse...

Gostei do ensinamento não conhecia o poder da primicia. muito bom

Blog disse...

Bom dia, vc poderia por favor me dizer em que livro e capítulo da bíblia diz que primicia é dar honra ao lider, e para uso pessoal deste líder?. Uma vez que a maioria da igreja, pelo pouco que sei, os pastores possuem salários mensais. Pode me explicar?
Agradeço desde já!
Lu

Igreja Vida Plena disse...

Muito bom o estudo. Claro, conciso, explicativo, sem rapapés ou rodeios. Gosto disso, dessa linguagem. Compartilho da mesmíssima opinião e já incluí o artigo nos estudos da igreja, pois não precisa de correções.
Parabéns.
Que Deus continue iluminando os vossos corações e derramando mais graça e unção.

Graça e paz!
Prª Andréa Villalba
I E Vida Plena
Colubandê - São Gonçalo - RJ

Anônimo disse...

na verdade primicia é para igreja ou para o pastor? e de qunto e a primicia, por favor me ajude a esclarecer.

MULHERES COM PROPÓSITOS disse...

Respondendo as perguntas dos Comentários.
Em Ezequiel 44,30 diz assim :
“ O melhor de todos os primeiros frutos de toda espécie e toda oferta serão dos sacerdotes, também as primeiras das vossas massas dareis ao SACERDOTE, para que faça repousar a bênção sobre a vossa casa“

1˚ A primícia é entregue ao sacerdote (pastor)
2˚ Ela corresponde pra quem recebe salário mensal 1/30 do total. Isso significa que 3% do salário. Agora, quem recebe diariamente, a 1˚ diária do mês é o valor da primícia.

Independente do salário do pastor ele deve receber a primícia... isso é honra.
é também ato de fé e a garantia que a nossa casa está guardada, como diz o versículo.
Abraços a todos,
Ap. Márcia Queiroz

Postar um comentário